Brasil na Copa 2018: Seleção brasileira se une em torno de Neymar e pede ‘valorização de ídolos’ Copa do Mundo 2018

Neymar deixou a Arena de São Petersburgo sem dar entrevistas após a vitória por 2 a 0 sobre a Costa Rica, nesta sexta-feira (22), e preferiu usar as redes sociais como cenário para um desabafo. A função de defender publicamente o camisa 10 das críticas por um melhor desempenho na Copa do Mundo da Rússia ficou a cargo dos companheiros e da comissão técnica da seleção brasileira, que se uniram em torno do craque diante de tanta pressão por protagonismo.
– Como foi a primeira vitória da seleção na Copa da Rússia
– Brasil decide vaga nas oitavas contra a Sérvia: veja a tabela
– Simule todos os classificados e o mata-mata do Mundial
‘[Neymar está] muito bem. Eu sou um menino, ele é um garoto. Um garoto alegre, contente. A alegria que ele passa não só para a gente, mas para o Brasil inteiro, não só pelo futebol, mas pela pessoa que é. Cara, temos de dar valor aos nossos ídolos. Dar valor e confiar, acreditar até o último minuto’, pediu Gabriel Jesus, um de seus parceiros de ataque.
Na opinião dos colegas e de Tite, a visão crítica está desconsiderando que Neymar passou três meses em recuperação por conta de uma fratura no pé direito e voltou a disputar uma partida há cerca de 20 dias, quando entrou no segundo tempo do amistoso contra a Croácia. O triunfo sobre os costarriquenhos foi o segundo consecutivo em que atuou por 90 minutos – o primeiro foi na estreia com a Suíça; contra a Áustria, no último amistoso pré-Copa, foram 84 minutos em campo.
Readquirir a boa forma é um processo gradual, e o trabalho coletivo será primordial nessa evolução. Pelo menos é o que prega o treinador do Brasil. ‘Toda individualidade aparece se o conjunto for forte. É desumano colocar em um atleta a responsabilidade por uma seleção. Cada um assume a sua para que a individualidade apareça. Ele [Neymar] tem retomado um processo. Ele é um ser humano, precisa de um tempo para retomar um padrão alto. Enquanto ele retoma, tem uma equipe que não pode ser dependente. Ele vai chegar, com certeza, no nível mais alto’, avaliou Tite em entrevista coletiva.
A cena mais emblemática do atacante brasileiro em campo contra a Costa Rica acabou não sendo o primeiro gol nesta Copa do Mundo, marcado nos acréscimos, após assistência de Douglas Costa. Após o apito final, Neymar se ajoelhou no gramado em São Petersburgo e chorou. ‘De emoção’, como escreveu no Instagram. O gesto foi defendido e estimulado pelos companheiros de seleção, que não viram nas lágrimas um momento de fraqueza, mas sim uma necessária maneira para extravasar tamanha pressão.
‘Falei para ele desabafar. É um grande peso que vem carregando, e não é fácil para um jogador que fica três meses sem jogar. Só que as pessoas não entendem, continuam dando paulada, martelando. Ele tem uma grande personalidade, porque não é todo mundo que assume a responsabilidade que ele tem hoje’, defendeu o zagueiro Thiago Silva, ‘vítima’ do escrutínio público no último Mundial, em 2014, no Brasil, quando foi às lágrimas na disputa de pênaltis contra o Chile, pelas oitavas de final.
‘A gente divide todo o peso. Neymar faz a diferença e é o nosso craque, mas dividimos isso. Não é fácil carregar todo o peso’, completou o meia-atacante Douglas Costa.
Brasil enfrenta a Costa Rica nesta sexta-feira (22/06)
+48 +46 Imagem: AFP PHOTO Neymar se aquece em campo para a partida contra a Costa Rica
Imagem: AFP Neymar se aquece em campo para a partida contra a Costa Rica
Imagem: AFP Torcida brasileira presente no estádio em São Petersburgo para partida contra a Costa Rica
Imagem: Reuters Torcida brasileira presente no estádio em São Petersburgo para partida contra a Costa Rica
Imagem: AFP Torcida brasileira presente no estádio em São Petersburgo para partida contra a Costa Rica
Imagem: Reuters Torcida reverencia Neymar, Ronaldo e Pelé
Imagem: Reuters Jogadores cantam o hino nacional antes da partida contra a Costa Rica
Imagem: Reuters Seleção jogará inteiramente de azul contra a Costa Rica
Imagem: AP Gabriel Jesus disputa bola com David Guzman
Imagem: Getty Images Casemiro disputa jogada no primeiro tempo da partida contra a Costa Rica
Imagem: AFP Neymar em ação contra a Costa Rica
Imagem: Reuters Tite orienta equipe no primeiro tempo de jogo
Imagem: AP Neymar encara marcação em cima, assim como ocorreu contra a Suíça
Imagem: Reuters Neymar encara marcação em cima, assim como ocorreu contra a Suíça
Imagem: Getty Images Neymar encarou forte marcação no primeiro tempo
Imagem: AFP Neymar sofre forte marcação contra a Costa Rica, assim como ocorreu contra a Suíça
Imagem: AFP Neymar sofre forte marcação contra a Costa Rica, assim como ocorreu contra a Suíça
Imagem: Getty Images Fagner começou a partida jogando. O titular, Danilo, sofreu lesão muscular às vésperas da partida
Imagem: Reuters Neymar sofreu forte marcação da Costa Rica. Adversários reclamam que atacante brasileiro simulou falta
Imagem: Reuters Neymar sofreu forte marcação da Costa Rica. Adversários reclamam que atacante brasileiro simulou falta
Imagem: AFP Costa Rica armou retranca na etapa inicial e apostou em contragolpes contra Alisson
Imagem: Reuters No primeiro tempo, Costa Rica montou linha defensiva com nove atletas de linha, além de Navas no gol, deixando somente um atleta próximo à intermediária
Imagem: Reprodução Neymar reclama arbitragem Brasil Costa Rica seleção
Imagem: REUTERS/Marcos Brindicci Neymar reclama do árbitro Bjorn Kuipers na partida entre Brasil e Costa Rica
Imagem: Getty Images Marcelo encara marcação. Tite colocou Douglas Costa no lugar de Willian na segunda etapa
Imagem: Reuters Em disputa com Neymar, Keylor Navas fez grandes defesas no segundo tempo
Imagem: AP Gabriel Jesus cabeceou a bola, que acertou o travessão da Costa Rica
Imagem: Getty Images Philippe Coutinho e Gabriel Jesus lamentam chance perdida dentro da área no segundo tempo
Imagem: Reuters Gabriel Jesus cabeceou a bola, que acertou o travessão da Costa Rica
Imagem: Getty Images Paulinho lamenta chance perdida no ataque. Meio-campista foi substituído na segunda etapa
Imagem: Getty Images Neymar lamenta chance perdida
Imagem: AFP Arbitragem assinala penalidade em Neymar. Mas decisão foi anulada após conferência com o VAR
Imagem: Getty Images Neymar se preparava para bater o pênalti, mas arbitragem anulou cobrança, entendendo que não houve pênalti
Imagem: Reuters Neymar cai dentro da área e juiz deu penalidade. Mas decisão foi cancelada após o VAR
Imagem: Getty Images Coutinho celebra primeiro gol do Brasil
Imagem: Getty Images Coutinho celebra primeiro gol do Brasil
Imagem: Getty Images Neymar ampliou para o Brasil em partida difícil contra a Costa Rica
Imagem: Reprodução/Fox Sports Tite é derrubado em comemoração do gol do Brasil contra a Costa Rica
Imagem: Reuters Neymar ampliou para o Brasil em partida difícil contra a Costa Rica
Imagem: Reprodução/Fox Sports Neymar chora copiosamente depois de vitória do Brasil
Imagem: Reuters Neymar chora copiosamente depois de vitória do Brasil
Imagem: Reuters Neymar chora copiosamente depois de vitória do Brasil
Imagem: Getty Images Neymar chora copiosamente depois de vitória do Brasil
Imagem: Getty Images Seleção passou sufoco contra a Costa Rica. O time fez os gols nos acréscimos da partida
Imagem: AFP PHOTO / GABRIEL BOUYS Douglas Costa e Neymar se abraçam após o segundo gol do Brasil contra a Costa Rica
Imagem: REUTERS/Henry Romero Neymar e Thiago Silva conversam com o árbitro durante a partida do Brasil contra a Costa Rica
Comunicar erro O conteúdo foi útil para você?